CONNTECH 2018 debate cidades inteligentes e internet das coisas

ARTE CONGRESSO

O Congresso de tecnologia CONNTECH 2018 que acontece nos dias 13 e 14 de abril levanta importantes discussões sobre o uso de tecnologias na sociedade atual.

Com o tema “Cidades inteligentes e internet das coisas” o congresso quer discutir como melhorar a infraestrutura urbana e tornar os centros urbanos mais eficientes e melhores para se viver.

Muitos países como Canadá, Coreia do Sul, Emirados árabes já vivem o paradigma de uma cidade mais inteligente sob ponto de vista da mobilidade urbana, combate a poluição em grandes cidades entre outros fatores que exponencialmente se modificaram nas últimas décadas.
Empresas como IBM e a Siemens e instituições de ensino como, por exemplo, a MIT tratam essa questão como tendência irreversível para condição de sobrevivência das cidades no futuro.

A ideia de cidades inteligentes aposta em experiências que investem em cinco principais áreas: meio ambiente, mobilidade, interação cidadão-governo, qualidade de vida e economia/pessoas criativas.

A condição para a gestão de cidades inteligentes é usar  tecnologia aplicada a essas áreas.

O outro assunto abordado na abertura do congresso é Internet das Coisas. O termo descreve um cenário em que numerosos objetos do nosso dia a dia estarão conectados à internet e se comunicando conosco interativamente.

A conectividade e interatividade servem para que os objetos possam ficar mais eficientes ou receber atribuições complementares à suas funções habituais. Como é o caso da geladeira com internet que além de refrigerar avisa quando um alimento está perto de acabar e oferece receitas para determinados itens que estão próximos de perder a validade.

O CONNTECH terá início às 19 horas do dia 13 de abril. Informações atualizadas estão no site www.seucongresso.com. O evento é uma organização da faculdade Laboro.

 

Fontes: http://revistagalileu.globo.com/Revista/Common/0,,ERT338454-17773,00.html

Fontes: https://www.infowester.com/iot.php