POLÍTICAS DE EXTENSÃO DA FACULDADE LABORO

A Faculdade Laboro entende a EXTENSÃO  como uma estratégia para garantir o desenvolvimento da sua função social, que implica em uma série de ações dirigidas à sociedade e ao mercado de trabalho loco regional.

Em todas as ações da Faculdade Laboro tem-se como foco os quatro pilares da Educação (UNESCO, 1999), visto que essas quatro vias levam ao desenvolvimento individual e coletivo. O ensino, em geral, foca tão somente no domínio do aprender a conhecer e, em certa medida, no aprender a fazer. Portanto, a Faculdade Laboro prioriza, através da extensão, o desenvolvimento de estratégias que levem a amplitude do aprender a viver juntos e do aprender a ser.

As ações de extensão estão intrinsecamente relacionadas às ações de Ensino, e voltadas para a promoção dos valores democráticos de igualdade de direitos, do respeito à pessoa, da prática profissional ética e da sustentabilidade das intervenções no ambiente, claramente coadunados com sua missão institucional – desenvolver ações educacionais, visando à formação de profissionais com capacidade científica, autonomia intelectual, senso de justiça e humanidade, competência e habilidades adequadas ao desempenho profissional no mercado de trabalho, a partir da construção do conhecimento por meio do ensino, investigação científica e extensão.

Assim, na Politica de Extensão da Faculdade Laboro, as atividades de extensão são entendidas como um princípio educativo, cultural e científico, que se articula com o ensino de forma indissociável e viabiliza uma relação transformadora entre a instituição de ensino e a sociedade.

A Faculdade Laboro desenvolve atividades de extensão visando promover a sua articulação com a sociedade, transferindo para esta os conhecimentos desenvolvidos com as atividades de ensino; e captando as demandas sociais para orientar a produção e o desenvolvimento de novos conhecimentos.

A prática da cidadania no ambiente acadêmico deve ser sistematizada e integradora, por isso, o principal foco dos programas e projetos de extensão da Faculdade Laboro é assegurar o contato de professores, funcionários e alunos com as demandas da sociedade e do mercado de trabalho, através de cursos, eventos, projetos de ação solidária, difusão dos resultados dos projetos e configuração de disciplinas práticas e ações de inserção no mercado de trabalho. São propostas ainda atividades interdisciplinares, prestação de serviços à comunidade e celebração de contratos e convênios com empresas públicas e privadas para inserção em campo de prática.

O planejamento das ações de extensão  é interdisciplinar. Dá-se, portanto, no início de cada semestre e envolve toda a comunidade acadêmica. Nas reuniões do Núcleo Docente Estruturante de cada curso é feita a proposição de programas e projetos de extensão que garantem a inserção da comunidade acadêmica da Faculdade Laboro ao longo do semestre. A execução dos projetos de extensão tem a supervisão disciplinada por Resolução do Conselho Acadêmico.

 


 

De acordo com o seu Regimento, a Faculdade Laboro deve desenvolver programas de extensão, articulados com o ensino e a investigação científica e tecnológica, para a difusão de conhecimentos e técnicas pertinentes à área de seus cursos.

Os programas de extensão são realizados, principalmente, sob a forma de:

I – atendimento à comunidade, diretamente ou por meio de instituições públicas e privadas;

II – participação em iniciativa de natureza cultural, artística e científica;

III – promoção de atividades artísticas e culturais.

A Faculdade Laboro mantem convênios com entidades e instituições da região, com o objetivo de buscar espaço para estágio extra curricular e para promover o intercâmbio de experiência nas áreas científica, técnica e cultural, bem como, nas atividades de ensino, investigação científica, extensão e de formação de pessoal.